terça-feira, 30 de outubro de 2012

Poemas do Viandante (379)

Julia Hidalgo Quejo - Silencio (1989)

379. Silêncio de pedra

Silêncio de pedra
fala nas paredes,
quase uma sombra,
quase uma queda.