terça-feira, 23 de agosto de 2011

Poemas do Viandante

199. SPES (XI)

tocar-te a fímbria
dos seios
e deixar vir
a aurora
sobre os prados
exaustos
do coração

o anjo ergue-se
e caminha
canta nestes dedos
a tua pele
sob o império
da minha mão

Sem comentários:

Publicar um comentário