quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Poemas do Viandante

187. FÉ

escavar na areia
o teu nome
e escutar o rumor
dos passos
sobre a água
 
a tempestade
ergue-se na noite
e a palavra
um eco de fogo
canta nas frias
fronteiras
do coração

Sem comentários:

Publicar um comentário