terça-feira, 26 de julho de 2016

Poemas do Viandante (562)

Franz Marc - Cavalo a sonhar

562. o cavalo sonha-se

o cavalo sonha-se
pesado no
pesadelo da noite
e vê-se vergado
ao peso do sono
ao temor da terra
pisada pelos
cascos fogosos
que acendem o
ardente ardor
da cavalgada