domingo, 10 de julho de 2016

Aprendizes de Ícaro

Remedios Varo - Aprendiz de Ícaro (1954)

Uma pequena parte dos seres humanos tem uma inclinação claramente voltada para baixo, como se neles habitasse um desejo irreprimível de se afundarem do domínio obscuro das potências telúricas. Tudo o que tocam fica contaminado por esse desejo de diluição no fundo do ser. A grande maioria dos homens olha horizontalmente o mundo. Temem o mundo de baixo e não aspiram olhar para cima. O domínio da terra é o seu horizonte de expectativa. Outros homens, porém, olham o alto e aspiram a elevar-se da condição terrestres. São os aprendizes de Ícaro. Se o desejo espiritual não for mediado pela graça da sabedoria correm o risco de se afundarem sem remissão naquele domínio obscuro a que são, por natureza, tão avessos.