domingo, 20 de outubro de 2013

Haikai do Viandante (163)


Um sulco de sangue
abre a porta do mistério
que a rocha encerra.