quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Haikai do Viandante (161)


Espuma na areia.
Vento e memória de água
que o Estio incendeia.