domingo, 27 de fevereiro de 2011

Poemas do Viandante

163. TARDES DE DOMINGO

voltou o sol aos dias
agora menos frios
e uma luz provisória cai
suavemente
sobre o casario das aldeias
ao longe

tudo é feito de uma teia
suave e silenciosa
como se uma promessa
a cantar no meu olhar
esperasse a voz
que do teu virá