terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Poemas do Viandante

157. A FACE

poisas o corpo
sobre a poeira
e arrasta-te o vento
os cabelos
para trás

a tua face
esse riso tão puro
cresce para
o deserto
que se abre
nestas mãos