sexta-feira, 9 de agosto de 2019

Meditação Breve (106) A flauta de Eva

Henri Rousseau, La Encantadora de serpiente, 1907
Como tudo seria diferente se Eva fosse uma encantadora de serpentes. Em vez de se deixar encantar por elas, tocaria a sua flauta, todas se lhe renderiam e as suas pretensões seriam subjugadas no fluxo infinito das notas musicais. Em vez de expulsos do paraíso, os homens viveriam ali resguardados pela flauta de Eva. 

Sem comentários:

Publicar um comentário