domingo, 16 de abril de 2017

Estou aqui

Milton Greene - Lauren Hutton (1966)

Este cheiro a terra, de onde virá ele? Que coisa estranha, tenho braços e pernas, mãos e respiro. Como cheguei aqui? E este odor a terra que me penetra e não me larga. Esqueci o meu nome. Eu sei que, um dia, tive um nome e uma casa, filhos e marido. Depois, depois, veio uma escuridão. Que densa escuridão, inexplicável, silenciosa. E nessa escuridão já não tinha corpo e o esquecimento levou as saudades da família, da casa, de tudo. E agora estou aqui e tenho um corpo vivo e um cheiro a terra que não sei de onde vem, um cheiro que parece diluir-se. Estou aqui, mas não sei onde, nem de onde vim, nem quem sou. Estou aqui.