quarta-feira, 19 de abril de 2017

A variação de mim

Gjon Mili - Nude Descending a Staircase (1949)

Na verdade, não creio que Pessoa tenha razão. Não somos habitados por múltiplos eus, dos quais se possa até estabelecer uma biografia autónoma. O eu compõe-se antes de uma multiplicidade sem fim de posições que unificamos com a cola da memória e a férrea corrente da razão. Eu não sou vários. Sou antes a contínua variação de mim mesmo.