sábado, 23 de abril de 2016

Da loucura

Alfonso Daniel Rodríguez Castelao - A louca do monte (1912

Em cada ser humano habita a loucura, um princípio de irrazoabilidade. Perante ela, desenham-se três caminhos. O de se deixar submergir pela loucura. O de derrotá-la, recalcando-a dentro de si mesmo, como uma grande e ameaçadora sombra, cujo nome sequer se pode pronunciar. O de estabelecer uma aliança com a sua própria loucura e utilizá-la como a energia que a viagem necessita para se abrir a sempre novas realidade.