quinta-feira, 2 de outubro de 2014

A fenda

JCM - Mitologias (a fenda) (2007)

Pensa-se muitas vezes a fenda como  manifestação da entropia de um determinado sistema, digamos assim. Diz-se que se abriram fendas em qualquer coisa e entende-se que esse acontecimento contém uma ameaça. Mas, como em tudo aquilo que contém um excessivo poder simbólico, ela representa também uma abertura para uma outra luz, uma outra realidade. E estas duas faces, a do perigo que espreita e da luz que  chama, estão plenamente presentes quando se convoca a fenda para simbolizar o perigo de derrocada ou o início da iluminação.