terça-feira, 28 de março de 2017

Poemas do Viandante (620)

Alfredo Hlito - Efigie oscura (1979)

620. uma obscura efígie

uma obscura efígie
ergue-se
na parede da tarde
traz em si
o odor da sombra
e o eco
da luz eterna
que resplandece
num ramo de malvas

(09/12/2016)