segunda-feira, 27 de março de 2017

Meditação breve (22) - Reflexo

Bernard Eilers - Keizersgracht, Amsterdam (1908)

Olhar o mundo reflectido nas águas não nos dá a verdade desse mundo, mas abre-nos o horizonte para suspeitarmos que há outras formas de o compreender. O reflexo não é o sinal da verdade, mas a porta por onde o espírito pode entrar para suspender o hábito de ver as coisas tal como elas se deixam observar na ingenuidade dos nossos sentidos.