terça-feira, 2 de dezembro de 2014

De degrau em degrau

JCM - Chemins que ne mènent nulle part (2007)

A escada será um dos símbolos que melhor representam a ideia de caminhos que levam a parte nenhuma. Na escada, a imaginação entrevê uma ascensão infinita, um subir de degrau em degrau, num elevar-se sem fim. A escada não leva a parte nenhuma, pois cada degrau será apenas um meio para se alcançar o próximo. Dito de outra maneira, não há fim para a viagem.