sábado, 27 de setembro de 2014

Poemas do Viandante (477)

JCM - Heimat VI (2007)

477. havia naqueles dias uma fronteira

havia naqueles dias uma fronteira
coberta de fogo e rosas

havia um plátano a sombrear a casa
adormecido no jardim

havia a memória  do vento outonal
no silêncio das ramadas

havia a vida inteira e sem mácula
que se abria para mim