segunda-feira, 30 de maio de 2016

Poemas do Viandante (548)

Mark Tobey – À Cheval la Nuit (1958)

548. um cavalo cavalga

um cavalo cavalga
a noite
relincha na sombra
escura e estreita
ergue o
peito ao voo
da águia alada
e galopa
com asas de névoa
as
noites de novembro