terça-feira, 30 de novembro de 2010

Poemas do Viandante

139. METÁFORAS

tristes e pobres
as metáforas
que me couberam

vieram até mim
e tocaram-me com
os dedos esquálidos
de quem foge
à luz da madrugada