quinta-feira, 10 de julho de 2014

Poemas do Viandante (463)

Jean Dieuzaide - Lisbon (1954)

463. mistério de sombra e cal

mistério de sombra e cal
que a tudo povoa

mar e água restos de sal
neste sol que voa

símbolo signo sinal
a luz de lisboa