segunda-feira, 7 de julho de 2014

Haikai do Viandante (195)


uma luz na tarde
rasga a cal do horizonte
um portal que se abre