terça-feira, 27 de setembro de 2011

Poemas do Viandante

219. PROMESSA

os sonhos de água
naquelas noites
de invernia
acodem-me agora
brandos e leves –
promessas
de amor
se chega o dia

Sem comentários:

Publicar um comentário