quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Poemas do Viandante

141. CORAÇÃO

se o coração pulsar
quando vier a noite
e assustado correr
batendo portas
riscando a giz e carvão
paredes ávidas de sinais

se o coração calar
a mágoa dessa ausência
o deserto de minha alma
quando espero e não vens

se assim se calar
ressoará ainda na terra árida
o exausto coração?