domingo, 25 de outubro de 2009

Poemas do Viandante (56)

56. RUMOR

no vão 
da janela
um rumor 

de espelhos
e as folhas da acácia
abrem-se
ao entrar por ela