sábado, 3 de outubro de 2009

Poemas do Viandante (52)

52. AMÊNDOA ACESA

que fruto agradará
ao pano suave 

de tuas mãos?

o musgo da tarde
a cambraia dos dias
a amêndoa acesa
na luz da melancolia