terça-feira, 12 de setembro de 2017

Meditação breve (45) - Fogos de artifício

Hernando Viñes - Feux d'artifice (1954)

A generalidade das actividades, mesmo as mais sérias, a que os homens se entregam não passam de fogos de artifício. Iluminam-nos por um instante para que eles esqueçam da escuridão que os envolve e os habita.