sábado, 9 de setembro de 2017

Meditação breve (44) - Concórdia

James Brooks - Concord (1975)

A concórdia não é a ausência de conflito, uma harmonia nascida da inexistência de oposições. A concórdia é o resultado do exercício de aproximação que transforma os outros, irredutíveis na sua materialidade, em próximos pelo espírito. Se o corpo separa os homens e os abre ao conflito, o espírito, ao torná-los próximos apesar da discordância e do conflito, abre-lhes o difícil caminho da concórdia.