terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Reabrir a porta

Pierre Bonnard - La Porte Ouverte (1910)

Em verdade, em verdade te digo: quem não nascer de novo não poderá ver o Reino de Deus. (João 3:3)

O momento do nascimento é o da primeira abertura da porta. A incomensurabilidade da existência está ali plena e totalmente disponível para o recém-nascido. A partir desse momento, por uma necessidade inelutável de sobrevivência, a educação – seja ela de que tipo for – encarrega-se de fechar a porta. Resta à maioria dos homens espreitar pelo buraco da fechadura. A isso chamam compreender a realidade. Alguns, porém, descobrem que a porta fechada já tinha estado escancarada. Abrir de novo a porta passa a ser então a sua missão. A isto chamou João, o Evangelista, nascer de novo.