terça-feira, 7 de janeiro de 2014

Poemas do Viandante (445)

Benvenuto Benvenuti - Inverno - Manhã (1905)

445. Terrível a solidão do Inverno

Terrível o silêncio do Inverno.
Desce pela manhã
e abre clareiras de bruma
entre sombras e arvoredos.