quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Poemas do Viandante (498)

Gustave Courbet - Donna con l'onda (1868)

498. tudo aquilo que colhes

tudo aquilo que colhes
na luz da harmonia

tudo aquilo que te chama
na voz da alegria

tudo aquilo que te espera
na sombra do dia