sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Poemas do Viandante (65)

65. EM VÃO

o ramo prende 
a mão

ferida aberta
no corpo

nele canto-te
em vão